O verdadeiro AMOR!

I COR. 13 – O AMOR...
Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.
Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei.
Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá.
O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará. Pois em parte conhecemos e em parte profetizamos; quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.
Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino.
Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido.
Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor. ( Versão NVI)

INTRODUÇÃO

Estamos diante de um dos textos mais lindos da bíblia, porém antes de conversarmos sobre ele vamos ver primeiro o contexto deste texto, o que levou Paulo á escrever para uma igreja sobre o amor? O amor não deveria ser algo que por si só o cristão deveria entender no ato de sua conversão?
Bem, a igreja aqui em questão era a de Corintos, uma igreja bem complicadinha... aliás é a igreja que mais se parece com as igrejas de hoje, infelizmente... Era uma igreja onde a maioria tinha vindo do paganismo, e como não bastasse essa era uma das cidades mais ricas do império romano, daí já viu não é? Dinheiro e costumes mundanos estavam destruindo aquela igreja, ela então escreve para Paulo perguntando á ele algumas coisas e ele responde com essa carta chamada de 1Cor. Á essas perguntas.
A carta consiste na resposta de Paulo a dez problemas separados:
Um espírito de separação, incesto, processos, fornicação, casamento e divórcio, ingestão de alimentos oferecidos a ídolos, uso do véu, a Ceia do Senhor, dons espirituais e a ressurreição do corpo.
A igreja estava cheia de irmãos que se consideravam melhores que os outros e no capitulo 12 Paulo começa a falar sobre dons e como nenhum dom podia ser considerado melhor que o outro porque todos faziam parte do mesmo corpo o CORPO DE CRISTO, no capitulo 14 Paulo fala que o dom de profecia, ou seja, pregação é maior que o dom de línguas, parece que nossos irmãos pentecostais não gostam de ler este capitulo....rsrsrs ou não entendem ele sei lá!
Voltemos para o capitulo 13, porque falar de amor? E que amor é esse?
A palavra Amor aqui é Ágape em grego que significa amor incondicional, sacrifical este é o amor que devemos ter em nossos corações ao servirmos a Deus: Amor incondicional, amor sem reservas, amor que nos leva a nos entregarmos completamente. Algumas versões da bíblia traduzem esta palavra como Caridade que em seu termo original é o amor incondicional pelo próximo, é doar-se pelo outro, colocar o outro em primeiro lugar, é uma linda palavra... Porém eu não gosto dela justamente por ter ficado banalizada nos dias de hoje, pois caridade infelizmente é vista apenas como dar sacolões para as pessoas, dar uma esmolinha para um mendigo e por aí vai... Mas no seu sentido original é linda também... Então vamos trabalhar nesta noite com ágape, amor sacrifical, amor que se entrega totalmente á DEUS.
Dividiremos este texto em 3 partes a saber: 
  I.      O amor é a essência da fé e da igreja – vs. 1 – 3

A primeira coisa que a bíblia nos ensina neste texto é que se a Igreja de Corinto e a nossa nos dias de hoje não entregar-se completamente á DEUS e não fizer tudo que fazem por amor verdadeiro á DEUS de nada adianta.
Se o nosso coração não estiver na obra e se nós estamos na igreja apenas por comodismo, tipo “há eu sempre venho aqui, nasci nesta igreja, meus pais eram daqui, sou batizado aqui, etc.”, se você vem nesta igreja por motivos como estes,você está errado meu irmão.
O vers. 1 a palavra nos diz que ainda que falemos a língua dos anjos, se não tivermos amor seremos como o sino (címbalo) que ressoa e prato que retine, ou seja, faremos um barulho danado no começo, mas depois... Morre... E quem não conhece gente que entra em igreja aí, e quer fazer de tudo, é super aplicado, mas com o tempo vai ficando preguiçoso, vai abandonando um ministério, dois, três, e logo já vem só no domingo á noite na igreja, depois vem de vez em quando e quando a gente vai ver já está lá no mundo com uma cervejinha numa mão e um cigarro na outra. Não fez por amor, não se entregou de verdade.
Mas Paulo vai mais longe ele diz que se eu mover montanhas e der tudo que tenho para os pobres e ainda não tiver este tipo de amor, de nada adianta. O que ele está nos dizendo é que diante do mundo eu posso aparentar ter uma fé poderosa, posso até fazer algo que o mundo vai dizer “poxa”, “como é boa aquela pessoa, vendeu tudo que tinha e deu para os pobres”, porém se eu faço isso para receber aplausos, para ser visto e não por amor ágape, um amor que faz o que faz porque ama tanto a DEUS e ao outro que não pensa em si mesmo nenhum instante simplesmente para ajudar quem precise. Em outras palavras a bíblia está nos dizendo que não adianta nada mover montanhas se eu chamo a televisão para filmar isso.
Eu realmente não acredito que alguém mova montanhas sem o verdadeiro amor, mas Paulo está fazendo uso do exagero aqui, para dizer para uma igreja onde todo mundo achava-se melhor que o outro que de nada adiantava a pretensa fé deles, se eles faziam isso não para ajudar de coração o próximo e sim para contar vantagens. 
II.      As qualidades do verdadeiro amor  – vs. 4-7

O que eu mais gosto nas cartas de Paulo é que ele inspirado pelo Espírito Santo, já previa as perguntas que viriam depois de suas afirmações e responde a elas antes mesmo que nascessem... Imagine a situação, na igreja... Uns achavam que o pregador era melhor que todos, porque tinha o dom da pregação, o ministro de música, achava que ele era melhor que todos porque tinha o dom da musica, outro irmãozinho queria tratamento VIP porque falava línguas dos anjos, o outro irmãozinho tinha curado não sei quem e por isso achava que a igreja tinha que tratar ele melhor afinal ele tinha o dom da cura.
Paulo escreve então os 3 primeiros versículos dizendo em outras palavras como provérbios diz “Tudo isso é vaidade”, se vocês não fazem isso porque amam a DEUS de verdade então vocês serão como um sino que faz um barulho ensurdecedor mas depois passa, acaba... Talvez os coríntios então perguntassem mas como é então este tal amor verdadeiro?
Aqui então Paulo começa a descrevê-lo: 
  • É paciente 
  • É bondoso 
  • Não inveja 
  • Não se vangloria 
  • Não se orgulha 
  • Não maltrata 
  • Não procura seus interesses 
  • Não se ira facilmente 
  • Não guarda rancor 
  • Não se alegra com a injustiça 
  • Alegra-se com a verdade 
  • Tudo sofre 
  • Tudo crê 
  • Tudo espera 
  • Tudo suporta
Há então uma descrição de 15 qualidades essenciais do amor, poderíamos ficar dias falando de cada uma dessas qualidades porém de forma didática que gostaria de dividir estas qualidades da seguinte forma
  • As duas primeiras qualidades afirmam o que é o Amor - Paciente e bondoso qualquer pessoa que tem o verdadeiro amor de DEUS em seu coração sabe esperar, alguém alicerçado com este verdadeiro amor não tenta “dar uma ajudinha” para DEUS em meio aos problemas, ele faz o que é necessário e o que está ao seu alcance para resolver o problema, porém aquilo que é impossível ele deixa nas mãos de DEUS, uma pessoa com este amor não vende os seus princípios cristãos em meio ás dificuldades. E quanto a bondade nada mais é que ajudar quem você sabe que talvez nunca vai te retribuir ou sequer te agradecer, aliás é ajudar quem te odeia e não esperar nada em troca disso. Quem ajuda alguém esperando algo em troca mesmo que seja um simples “obrigado”, não entende o verdadeiro amor.
  • A segunda parte tem oito “NÃOS”, ou seja, oito coisas que o amor não é... (descrever e comentar 
  • A terceira parte é Alegra-se com a verdade Paulo está no final da lista de oito NÃOS e está dizendo que quem tem o Amor verdadeiro de DEUS não só fica triste com a injustiça, como também se alegra com a verdade, a exortação aqui neste caso é... Não adianta você protestar contra a injustiça, você tem que buscar a verdade, pois quem tem o amor verdadeiro só fica alegre com ela... Mas que verdade é essa? Simples... JESUS mesmo disse de si mesmo eu sou A VERDADE então quem tem o amor verdadeiro não só protesta contra as injustiças deste mundo como também luta para pregar a JESUS CRISTO, pois só a pregação da VERDADE, ou seja, JESUS CRISTO é que pode alegrar o verdadeiro crente. 
  • Quarta e última parte das qualidades do amor trata dos desafios do amor como diz João 16:33 “..No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo O que Paulo está fazendo nesta ultima parte é dizendo exatamente isso para os irmãos de Corintos, “Viver este amor verdadeiro não vai ser fácilVocês vão ter que sofrer, vão ter que Crer em meio as maiores dificuldades, Vão ter que aprender a esperar em DEUS mesmo não vendo solução para o seu problema e vão ter que suportar tudo sem esmorecer, sem desanimar, só aí você realmente vai saber que tem o verdadeiro Amor.
Deixe-me lhes contar uma história que tem em vários sites da internet e serve como ilustração para nós.
Durante a reforma protestante, Martinho Lutero encontrava-se, um dia, muito desanimado em seu escritório. A esposa ao ver Lutero naquela agonia correu em casa e vestiu-se de luto e foi até o escritório. Quando Lutero a viu naquele estado, perguntou: Por que o luto?
 Ao que ela respondeu:

- Você não sabe?
Deus morreu!!!!

Num grito Lutero disse:

-
DEUS NÃO MORRE!!!

- Se Deus não morre por que tanto desânimo?

A continuidade do árduo trabalho da reforma foi mudada, o amor e a fé em Deus derrubaram as paredes do desânimo e ele pode caminhar com mais confiança.
 

III.      O amor é nossa armadura nas Lutas – vs. 8 – 13

Paulo termina este maravilho texto exortando aquela igreja e nós nos dias de hoje á buscar o verdadeiro amor de DEUS pois ele é nossa armadura em  meio ás lutas.
Aliás, ele é o primeiro fruto do Espírito! Gálatas 5:22:
 “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio.” O amor é a marca da verdadeira congregação dos discipulos de Jesus!
João 13:35: Nos diz que ele é a qualidade essencial do verdadeiro discípuloNisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.
O que Paulo está dizendo é AME de todo o seu coração ao SENHOR, AME de todo o seu coração o seu próximo, com todas as qualidades que acabei de citar, saiba que muitas coisas você não entenderá...Mas DEUS está no controle!
Ele usa duas figuras....
A primeira é de uma criança que pensa como criança, mas quando cresce deixa aquelas coisas de menino para trás, ou seja quanto mais eu e você crescemos na fé mais nós entendemos a vontade de DEUS para nós, porém quando somos crianças na fé entendemos bem pouco das coisas de DEUS.
Quanto mais espirituais e menos carnais somos, mas deixamos as “coisas de menino”.
A segunda figura é a do espelho, muita gente diz “o meu espelho está me engordando” isso não é desculpa esfarrapada de gordinho não há vários tipos de espelhos e eles na verdade não nos refletem com 100% de verdade, e realmente tem a questão da Memória de curto prazo que é uma dos três tipos de memórias descobertas hoje pela ciência, que é a memória que não fica armazenada por muito tempo em nossa mente, por isso as mulheres olham tanto no espelho, porque usam esse tipo de memória e logo tem a necessidade de se olhar novamente... E é isso que Paulo está ensinando para a igreja, nós olhamos na nossa imagem e daqui a pouco nem  nos lembramos mais dela assim são os problemas e lutas, hoje sentimos dores e até pesamos que nunca vai passar mais um dia passa, assim como outras lutas que tivemos no passado passaram e assim como elas nós nem sequer nos lembraremos dessa.
Amados como é bom saber que não importa o tamanho da luta que estamos travando VAI PASSAR... essa é a mensagem aqui na figura do espelho.

Conclusão

Amados, como anda a sua vida espiritual? Você tem sentido e praticado o verdadeiro amor de Deus? Porque só esse amor é capaz de apagar as suas transgressões (Isaias 43:25), só o verdadeiro amor de DEUS pode te dar forças para a luta do dia a dia, de modo que um dia você possa olhar para traz e nem se lembrar mais dessas lutas.
Como você tem servido á DEUS? Como o verdadeiro amor? O seu amor é paciente, é bondoso? Pense nisso e busque á DEUS hoje mesmo para te dar do seu verdadeiro amor!

by bonomia

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...