VESTIDO PARA A GUERRA Parte I

Efésios 6:10-18

Introdução

Imagine acordando um dia e achando a sua cidade bem no meio de um campo de batalha. Com bombas explodindo ao seu redor, os disparos de metralhadoras e os gritos dos feridos, qual seria o seu primeiro pensamento? Se levantaria para ir ao serviço? Iria para a escola? Limparia a casa? A sua primeira reação seria a sobrevivência sua e da sua família, não é?
Pelos próximos dias quero lhes falar sobre algo pouco falado em nosso meio que é a batalha espiritual.
O motivo disso é que os nossos irmãos pentecostais usam muito este termo de forma errada...
Para nós reformados batalha espiritual não é o bem x o mal e sim o diabo x Nós, ele não tem força e nem poder contra DEUS, mas enquanto ele não é lançado no lago de fogo ardente descrito lá em apocalipse, ele apronta o que quer para cima de nós os eleitos, daí talvez você pergunte porque DEUS não intercede sozinho? Porque eu tenho que vestir armadura?
Porque não somos bonecos na mão de DEUS, ele não nos quer marionetes, ele nos dá liberdade de ação, aliás ele exige esta ação, ele deu uma terra que mana leite e mel para o povo só que antes eles tiveram que lutar, rodear muralhas como a de Jericó, etc.Ele mandou a Samuel ungir a Davi como rei, só que antes de pegar a coroa, Davi enfrentou gigantes, batalhas e perseguição de Saul.Ele disse para Caim em Genesis 4:7 “Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo. Paulo descreve a sua vida á caminho da glória eterna da seguinte forma em 2 cor 11:24-27 Em cinco ocasiões os judeus me deram trinta e nove chicotadas.Três vezes os romanos me bateram com porretes, e uma vez fui apedrejado. Três vezes o navio em que eu estava viajando afundou, e numa dessas vezes passei vinte e quatro horas boiando no mar.Nas muitas viagens que fiz, tenho estado em perigos de inundações e de ladrões; em perigos causados pelos meus patrícios, os judeus, e também pelos não-judeus. Tenho estado no meio de perigos nas cidades, nos desertos e em alto mar; e também em perigos causados por falsos irmãos.Tenho tido trabalhos e canseiras. Muitas vezes tenho ficado sem dormir. Tenho passado fome e sede; têm me faltado casa, comida e roupas.Além dessas e de outras coisas, ainda pesa diariamente sobre mim a preocupação que tenho por todas as igrejas. Daí ele termina essa sucessão de sofrimento feliz de vida dizendo em II Timóteo 4 : 7 "Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé." Esta é a verdadeira visão bíblica de batalha espiritual ( alguma pergunta? )
Continuemos......
Mesmo quando não percebemos a guerra ao nosso redor, isso não quer dizer que ela não exista. Em termos bem fortes, Paulo escreve que o mundo é um campo de batalha espiritual (6:12). Nós precisamos nos despertar para ver que a batalha é real!
Quando Paulo escreveu aos cristãos da cidade de Éfeso sobre a armadura de Deus, muito provavelmente ele tinha em mente a imagem de uma armadura de soldado romano: couraça, sandálias, escudo, cinto, espada, e capacete.

Por que temos que trajar a armadura de Deus? Como se faz para trajar essa armadura? O que significa cada peça dessa armadura? Gostaria de explanar sobre cada peça nas próximas mensagens, e explicar o motivo, a causa de tantas pessoas que se afastam de nossas igrejas. Magoadas, feridas, desiludidas, decepcionadas, desapontadas, aborrecidas.
Efésios 6:12 indica claramente que o conflito com Satanás é espiritual e, portanto, nenhum arma física pode ser usada efetivamente contra ele e seus demônios. Não temos uma lista de táticas específicas que ele vai usar. No entanto, a passagem é bem clara ao dizer que quando seguimos todas as instruções fielmente, vamos poder resistir ao poder do mal e ter vitória, qualquer que seja a sua ofensa.
O apóstolo Paulo recomenda aos cristãos de Éfeso que se fortalecessem no Senhor e na força do seu poder. Cristo é a força do Senhor, visto que Ele é o Verbo que se fez carne, a destra do Altíssimo, o braço do Senhor ( Ne 8:10 ; Is 48:13 ).
Para se fortalecer no Senhor basta confiar (esperar) n’Ele, pois o salmista diz: "Esforçai-vos, e ele fortalecerá o vosso coração, vós todos que esperais no SENHOR"  ( Sl 31:24 ). Fortalecer no Senhor é um modo diferente de recomendar aos cristãos que descansem em Deus, ou seja, que confiem n’Ele.
  • Como o diabo age?
O apóstolo Paulo compreendia como o diabo atua "Porque não ignoramos os seus ardis" ( 2Co 2:11 ), Há um alerta quanto ao perigo contido nas ciladas do maligno, pois além da cilada ser algo por natureza dissimulado também é nomeada de astuta, por causa da antiga serpente "E TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição" ( 2Pe 2:1 ).
O diabo enganou Eva mudando a palavra de DEUS. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?”( Gn 3:1 ). satanás evidenciou uma proibição sórdida “E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente...” ( Gn 2:16 ). Ele mudou coisas pouca no que DEUS disse, uma letra e um ponto de interrogação, mas foi o bastante para confundir a Eva.
Com Cristo tal cilada astuta não funcionou, pois quando o diabo perguntou: "Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães" ( Mt 4:3 ), Cristo respondeu segundo a sua essência: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus ( Mt 4:4 ).A estratégia foi a mesma ele usou a própria palavra de DEUS para tentar confundir a Cristo, só que entrou pelo cano, com Jesus não colou a armação dele não.
O diabo não teve qualquer chance diante de Cristo, o Verbo de Deus encarnado, a armadura de Deus. Diante dos dardos inflamados do inimigo, Jesus utilizou a sua palavra como escudo.
Ciente dos riscos que rondava os Cristãos o apóstolo Paulo expressa o seu maior temor: "Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo" ( 2Co 11:3 ).
A ação primária do diabo é manter o homem na ignorância acerca do poder contido na palavra de Deus. Somente a ignorância mantém o homem longe de Deus, uma vez que Deus já providenciou salvação poderosa para todos os homens desde a casa de Davi
  • ARMA: O CINTO
Zacarias 8:16 - São estas as coisas que vocês devem fazer: digam todos a verdade uns aos outros e decidam com justiça os casos nos tribunais a fim de que haja paz.
Efésios 4:25 - Por isso não mintam mais. Que cada um diga a verdade para o seu irmão na fé, pois todos nós somos membros do corpo de Cristo!
Colossenses 3:9 - Não mintam uns para os outros, pois vocês já deixaram de lado os costumes da natureza velha

A primeira parte de nossa armadura é a verdade (versículo 14). Isso é fácil de entender, já que Satanás é o "pai da mentira" (João 8:44) O Senhor diz claramente que nenhum mentiroso vai entrar no céu (Apocalipse 22:14-15). Somos então exortados a usar a verdade para a nossa própria santificação e libertação e para o bem daqueles a quem somos testemunhas.
O cinto do soldado romano tinha cerca de 15 a 20 cm de largura, era de couro e, toda a armadura estava presa nele. Era o cinto que dava firmeza e permitia o soldado movimentar-se com agilidade.
A nossa primeira barreira, a nossa primeira defesa contra as astutas ciladas do Diabo é a verdade. Sem ela as demais partes da armadura não funcionam. Não obstante, a verdade não deve ser dita a qualquer custo, a qualquer preço. É o que está escrito em Zacarias 8:16-17 - a verdade deve ser dita sempre em favor da paz. Daí porque posso afirmar com absoluta certeza de que "mentira que edifica e verdade que destrói não provém de Deus".
Quando JESUS fala de “tirar a trave dos próprios olhos antes de limpar o cisco do olho do outro”, essa era exatamente a questão, ás vezes em nome da verdade nós ofendemos, fofocamos,diminuímos as pessoas na frente dos outros e fazemos todo tipo de barbaridade.
Cristo é a verdade, ELE disse eu sou a verdade... e após crer em Cristo o homem torna-se um com a verdade. O cinto como eu disse dava apoio, sustento, firmeza para o lutador e todo o resto de sua armadura...Quando nos convertemos temos que nos envolver com CRISTO de tal forma que passemos a nos parecer com ELE...quanto mais parecidos com CRISTO, mas parecidos com a verdade nós seremos e quanto temos o rosto, a perna, a mãos e todo o corpo cingindo com a verdade que é CRISTO fica fácil usar as outras armas.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...